Entre a Radicalização Online e a Comunicação de Crise: Principais Linhas de Pesquisa da Produção Científica entre Terrorismo e Redes Sociais

Autores

Palavras-chave:

Terrorismo, Redes Sociais, Radicalização, Comunicação de Crise, Revisão Sistemática, Orientalismo

Resumo

Apesar de não ser unânime a ideia de que a internet e as redes sociais têm um papel importante na estruturação do terrorismo e no entendimento do mesmo nos dias de hoje, esta ideia é comum a um corpo científico relevante. Este artigo procura entender a produção científica que se faz entre os termos “terrorismo” e “redes sociais”, realizando uma revisão sistemática, seguindo as orientações PRISMA (Page et al., 2021) e aplicada aos motores de busca da Scopus e da Web of Science. Após processos de triagem, chega-se a um corpus de 65 artigos com um total de 2635 citações. Deste modo, procura-se mapear as 8 principais linhas de pesquisa identificadas e seguidas nessa produção científica, percebendo as suas dinâmicas principais e o relevo relativo de cada uma para esta produção científica. Os processos de radicalização e recrutamento online, assim como a gestão comunicacional de momentos de crise –  nomeadamente atentados terroristas –  dominam a investigação científica existente. Investigação essa que se foca, maioritariamente, na atividade do Daesh, existindo, assim, um défice de estudos com entendimentos mais amplos sobre terrorismo, que desafiem visões orientalistas. Futura investigação poderá contribuir para esse debate mais alargado.

Downloads

Publicado

2022-08-08